Histórias de Fantasmas: Contos Macabros na Literatura Brasileira

  • Post author:
  • Post category:Blog

Imagine que, num “dia”, você acorda, espera por mais de 24 horas e a manhã nunca chega… pior! Depois descobre que toda a sua cidade está morta e só você restou. É em situações aterrorizantes como essa, que o leitor vai se encontrar nestas narrativas macabras da Literatura Brasileira. Sim, o Brasil também tem seus fantasmas, seus zumbis, seus demônios e até a sua Cidade da Morte.

Leonardo Vichi faz uma seleção apurada de contos que mostram que o terror é uma face potente e bem presente na nossa Literatura, ainda que um tanto esquecida pelos manuais. É o Rio de Janeiro que servirá de cenário ao sinistro na maioria desses contos do Brasil macabro. Se hoje o terror se instala na cidade por conta da violência cotidiana no morro e no asfalto, no século XIX; a hoje Cidade Maravilhosa era conhecida como Cidade da Morte por conta das suas péssimas condições de higiene, das suas pestes, da violência de suas vielas e do seu insuportável caos cotidiano.

Quem sabe, conhecendo a face macabra e sinistra do Brasil, o leitor não descubra que, no fundo, sempre a conheceu?

Pedro Paulo Machado

Há neste livro narrativas sinistras de autores consagrados como o ultrarromântico Álvares de Azevedo e o naturalista Aluísio de Azevedo, assim como de Machado de Assis e Lima Barreto, ilustres moradores e cronistas da Cidade da Morte, além de ótimos autores praticamente esquecidos pelo cânone como Thomaz Lopes e Afonso Arinos. Quem sabe, conhecendo a face macabra e sinistra do Brasil, o leitor não descubra que, no fundo, sempre a conheceu? A Literatura pode ser um óculos para se enxergar a realidade e, muitas vezes, o que os óculos permitem ver é aterrorizante. Preparem-se para ver… e se apavorar!

Pedro Paulo Machado

Prepare-se, pois, para mergulhar em assombrações, cemitérios, mistérios, olhares e demônios tão universais quanto mais são brasileiríssimos.

Cláudio Carvalho

Quem disse que clássicos da Literatura Brasileira têm que ser tratados como densos tópicos de vetustos professores enclausurados em salas de aula? Quem disse que você não pode se divertir mergulhando em Histórias de Fantasmas criadas por Afonso Arinos, Lima Barreto, Thomaz Lopes, Machado de Assis, Álvarez de Azevedo, Aluísio de Azevedo?

Antes de viverem confinadas nas torres de marfim das Universidades, antes de serem aprisionadas nos cemitérios das salas de aula, as narrativas inventadas pelos escritores brasileiros já foram, acreditem, o espaço fértil de convivência entre nós e nossa imaginação comum.

Prepare-se, pois, para mergulhar em assombrações, cemitérios, mistérios, olhares e demônios tão universais quanto mais são brasileiríssimos. Esses são os nossos fantasmas e terrores. E ninguém saberá cuidar melhor deles do que nós próprios.

Aí estão, portanto, histórias de autores brasileiros que irão assustar também por serem de uma atualidade fantástica. Trata-se de uma coletânea que tem tudo para ser, novamente, um clássico.

Cláudio Carvalho

Especificações:
Título: Histórias de Fantasmas: Contos Macabros na Literatura Brasileira
Edição e Notas: Leonardo Vichi
Páginas: 118p
Gênero: Antologia de Contos com Análise Literária
Formato:  14,8X21X1 cm
Peso: 200 gramas
Acabamento: brochura com orelha.
Edição: 1ª edição
Ano: 2020
Idioma: Português – Brasil
ISBN: 978-85-68034-09-5